Vereador Maildson comemora celeridade no consenso na Revisão do Estatuto do Servidor Municipal

por Clely Ferreira publicado 03/09/2019 08h19, última modificação 03/09/2019 08h19 Texto: Clely Ferreira - Assessoria de Imprensa da Câmara / Foto: Simone Brandão
“Duas reuniões foi o suficiente para que nós pudéssemos fechar os entendimentos”, orgulhou-se o vereador Maildson Fonseca (PSDB), ao relatar na manhã dessa segunda-feira (02/09) na Tribuna da Câmara Municipal de Parintins sobre o trabalho da Comissão representativa e extraordinária, responsável pela Revisão do Estatuto dos Servidores Públicos do Quadro Geral de Pessoal do Município de Parintins.

“Duas reuniões foi o suficiente para que nós pudéssemos fechar os entendimentos”, orgulhou-se o vereador Maildson Fonseca (PSDB), ao relatar na manhã dessa segunda-feira (02/09) na Tribuna da Câmara Municipal de Parintins sobre o trabalho da Comissão representativa e extraordinária, responsável pela Revisão do Estatuto dos Servidores Públicos do Quadro Geral de Pessoal do Município de Parintins.

“Haviam-se impasses de interpretação, mas, tudo transcorreu na maior paz possível. Foi visto por todos que o Projeto de Lei, vindo do Executivo, não estava massacrando o servidor, nem sucumbido direitos. Mas, que o projeto veio para que esta Casa estudasse e fizesse as suas emendas. Assim como nós, quando entramos em contato e começamos a verificar algumas emendas”, declarou.

Maildson informou que o relatório da Comissão, apresentando as emendas necessárias. Assim que finalizado, o documento será repassado a Presidência da Casa Legislativa.

“Vereador Afonso Caburi foi eleito pela comissão como relator. Ele está ainda no prazo para fechar o relatório. Pelas nossas observâncias, é provável que, na segunda-feira, esta Casa esteja fechando em definitivo esse Projeto de Lei que estabelece o Estatuto do Servidor Público e torne esse projeto uma Lei que, de fato, venha reger e substituir um estatuto que está defasado, mas que, no entanto, foi de grande valia aos servidores públicos que receberam os seus benefícios durante anos, mediante ao Regimento que aí está. Esta Lei será aprovada, historicamente, por esta Legislatura”, comemorou.