SOB RISCO O FESTIVAL FOLCLÓRICO DE PARINTINS DE 2019

por Clely Ferreira publicado 07/01/2019 20h40, última modificação 08/01/2019 09h43
A preocupação dos vereadores é que já se iniciou a preparação do festival, mas, há incerteza nas definições dos quantitativos de recursos públicos estaduais, federais e privados destinados ao evento.

As mudanças políticas nos governos federal e estadual ameaçam a realização do Festival Folclórico de Parintins em 2019. Este foi um dos assuntos tratados pelos vereadores, sob a presidência de Telo Pinto (PSDB), hoje (07), em reunião na Câmara Municipal de Parintins.

Entendem os vereadores que o Festival Folclórico é uma atividade econômica de Parintins e impacta diretamente na vida da população e das empresas, envolve o governo do Estado e a Prefeitura de Parintins. O município é indutor da Política Nacional do Turismo no Brasil, pois Parintins/AM é a Capital Nacional do Boi Bumbá. Garantido e Caprichoso integram o Patrimônio Cultural do Brasil.  Daí a importância de defender o Festival como interesse público diante da extinção do Ministério da Cultura, das novas políticas do governo estadual e, principalmente, as dificuldades que enfrenta a Prefeitura de Parintins para realizar o evento.

A preocupação dos vereadores é que já se iniciou a preparação do festival. Os bumbás já constituíram e instalaram a Comissão e o Conselho de Artes, escolheram os temas, selecionaram as toadas, os trabalhos estão a todo vapor, mas, há incerteza nas definições dos quantitativos de recursos públicos estaduais, federais e privados destinados ao evento.

Para tantos questionamentos, o Presidente Telo Pinto vai convocar as Agremiações Folclóricas  Garantido e Caprichoso, a Prefeitura de Parintins, Secretaria de Cultura e Turismo, a Representação da ALEAM, o Governo do Estado, Secretaria de Estado da Cultura e os demais envolvidos e interessados para debater a situação e, assim, buscar os encaminhamentos em tempo hábil, para evitar transtornos de última hora que possam comprometer a realização do Festival.