Como Presidente do Legislativo Municipal em exercício, vereador Afonso participa da aula inaugural do curso de Engenharia Civil

por Clely Ferreira publicado 13/08/2019 09h35, última modificação 15/08/2019 17h33 Texto e Foto: Clely Ferreira
“É a primeira vez que ele sai da capital”, afirmou a Coordenadora do Curso, Kattylinne Barbosa. O Diretor da UEA-Parintins Marceliano Oliveira evidenciou a luta que envolveu setor público e a comunidade na luta pela implantação do curso.

Um ato histórico aconteceu na tarde de segunda-feira (12): a aula inaugural do curso de bacharelado em Engenharia Civil, na Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Centro de Estudos Superiores de Parintins (Cesp/UEA). O evento ocorreu no auditório da Instituição.

“É a primeira vez que ele sai da capital”, afirmou a Coordenadora do Curso, Kattylinne Barbosa.

A Coordenadora comentou sobre “a percepção da carência de profissionais na área, a necessidade dos bumbás e outros diversos fatores”.

“Tem uma diversidade dentro da engenharia civil – projetar, construir e aperfeiçoar a infraestrutura. Parintins tem sua importância para o interior do Amazonas, a gente vai tentar explorar todos esses universos, para que a cidade esteja contemplada com todos esses profissionais de diversas áreas, dentro da engenharia civil”, declarou.

O Diretor da UEA-Parintins Marceliano Oliveira evidenciou a luta que envolveu setor público e a comunidade na luta pela implantação do curso. “É o reconhecimento de uma necessidade que Parintins tem para desenvolver essa potencialidade de crescer, tanto no município quanto o entorno. Parintins é um polo que recebe pessoas dos mais diversos municípios. A gente acredita que damos um passo à frente”, ressaltou.

“Engenharia Civil não é um curso qualquer”, disse o vereador Afonso Caburi (PTB), representando a Câmara Municipal de Parintins como presidente em exercício. Em pronunciamento, durante o evento, expôs a importância do curso “tão desejado pela população parintinense”.

“Muito me alegra ver esse auditório cheio de calouros que iniciam diversos cursos e com várias pessoas de comunidades rurais. Significa que, tanto na sede como na zona rural, a educação no município de Parintins está sendo levada a sério”, comemorou, pela alegria de estar presente no momento histórico para o município.

O parlamentar usou como exemplo o jovem Cristian Douglas, da comunidade São Sebastião do Jará. Cristian estudou o Ensino Médio Tecnológico na escola de sua comunidade e está entre os 45 acadêmicos do curso que vai compor a grade da instituição.

A aula inaugural também foi para os integrantes das outras graduações que serão realizadas na UEA. Afonso Caburi registrou em sua fala o desejo de boas-vindas e sucesso aos futuros engenheiros e demais universitários.